Eram 16:51 e da plataforma B sai o comboio com origem em Viena e destino a Znojmo. A partida dá-se à hora marcada, tal como a chegada. Ao contrário dos urbanos de Viena, este é um comboio moderno, confortável e, lamentavelmente, fechado e com ar condicionado.

Rapidamente saímos da cidade e entramos na aparente infinita colecção de plantações de cevada. Esta paisagem rural manter-se-á até à chegada no destino. Sem grandes romantismos, é uma viagem pacifica, em que a paisagem é perfeita para transitar da azafama da urbe para a clamaria desta pequena cidade.


Olympus Mju-1 35mm | Kodak Tri-x 400
35mm  | ISO 400
Pyrocat HD 1+1+100 | 2 inversões a cada 4 minutos | 14 minutos a 21ºC



Não fosse a língua, quase que poderíamos confundir a República Checa com Portugal. Certo que são todos mais altos, e a cerveja é mais barata que a água, mas há algo de familiar. A começar pela calçada e a terminar nos panados com batatas fritas, há um conforto subjacente que nos tranquiliza naquela terra.

A zona histórica da cidade mais parece uma aldeia rústica e acolhedora. Não sabia o que esperar quando sai da Portela com destino final a Znojmo e certamente não esperava o que encontrei. Depois do luxo de Viena, a simplicidade de Znojmo apanha-nos desprevenidos. É como visitar a casa dos avós. Não há ar condicionado, nem luzes de led, mas ultrapassando a futilidade material que nos permeia diariamente, o que encontramos é infinitamente mais atractivo.

O carisma dos velhos edifícios, tal  como a simpatia das pessoas que tanto se esforçaram para ultrapassar a barreira linguística, contrasta fortemente com a luxuosa imponência de Viena e a frieza dos seus habitantes.


Olympus Mju-1 35mm | Ilford FP4 125
35mm  | ISO 100
Pyrocat HD 1+1+100 | 2 inversões a cada 4 minutos | 18 minutos a 21ºC


Leica M6 | Voigtlander Color Skopar 35mm f2.5| Kodak Tri-x 400
35mm | ISO 400
Pyrocat HD 1+1+100 | 2 inversões a cada 4 minutos | 14 minutos a 21ºC


Olympus Mju-1 35mm | Ilford FP4 125
35mm  | ISO 100
Pyrocat HD 1+1+100 | 2 inversões a cada 4 minutos | 18 minutos a 21ºC


Leica M6 | Voigtlander Color Skopar 35mm f2.5| Ilford FP4 125
35mm | ISO 100
Pyrocat HD 1+1+100 | 2 inversões a cada 4 minutos | 18 minutos a 21ºC


Se reduzíssemos Znojmo a uma paragem apenas, um único ponto de interesse, o impreterível, então seria a Torre do Município. Chegando ao centro da cidade, nem o mais distraído irá passar incólume à presença da Torre. Um edifício distinto, imponente e ameaçador, que nos desafia a uma escalada e presenteia com, provavelmente, a melhor vista sobre a cidade.

Reza a lenda que o elevador está avariado e para se chegar ao topo é melhor deixar a claustrofobia em casa. Aos que chegam ao topo são presenteados com uma vista de 360º sobre a cidade, que compensa o esforço da escalada. A não esquecer que o que sobre, desce e neste caso, é bom que nenhum santo ajude, senão vai ser uma longa, e dolorosa, descida.


Leica M6 | Voigtlander Color Skopar 35mm f2.5| Ilford FP4 125
35mm | ISO 100
Pyrocat HD 1+1+100 | 2 inversões a cada 4 minutos | 18 minutos a 21ºC


Leica M6 | Voigtlander Color Skopar 35mm f2.5| Ilford FP4 125
35mm | ISO 100
Pyrocat HD 1+1+100 | 2 inversões a cada 4 minutos | 18 minutos a 21º


Leica M6 | Voigtlander Color Skopar 35mm f2.5| Kodak Tri-x 400
35mm | ISO 400
Pyrocat HD 1+1+100 | 2 inversões a cada 4 minutos | 14 minutos a 21ºC


Quando fizerem uma pausa a meio da tarde, para descansar, refrescar ou alimentar,  não percam a oportunidade de provar algumas das muitas cervejas artesanais facilmente encontradas nos bares da cidade. Existem cervejas para todos os gostos, embora possa demorar um pouco a "decifrar" a ementa. Em particular o bar caracol, convenientemente localizado perto da Torre do Município, oferece uma selecção interessante a qual podem fazer acompanhar de um queijo brie em oleo de girassol com paprika.


Olympus Mju-1 35mm | Ilford FP4 125
35mm  | ISO 100
Pyrocat HD 1+1+100 | 2 inversões a cada 4 minutos | 18 minutos a 21ºC


Leica M6 | Voigtlander Color Skopar 35mm f2.5| Kodak Tri-x 400
35mm | ISO 400
Pyrocat HD 1+1+100 | 2 inversões a cada 4 minutos | 14 minutos a 21ºC


Uma nota final, um bilhete de comboio Znojmo-Viena é muito mais barato se comprado na República Checa do que comprado na Austria, por isso se forem (e voltarem) por Viena, comprem o bilhete de retorno em Znojmo.


Copyright © Rui Pedro Esteves 2016 Direitos Reservados

0 Comentários: