2015 foi um ano estranho. Com alguns altos e poucos mas expressivos baixos.

Por um lado foi um ano repleto de máquinas fotográficas, livros e outros bens materiais, por outro ficaram por cumprir alguns objectivos pessoais.

Tive a oportunidade de conhecer várias pessoas interessantes, visitar o Gerês, Cuba, explorar a Serra do Açor, acompanhar Vindimas, participar em casamentos de amigos, entre tantos outros pontos altos do ano.

Este foi o ano que me deixei levar pelo processo da película. No início de 2014, a título de brincadeira, comprei a minha primeira máquina de rolo, uma Olympus OM10. Máquina porreira, mas a falta de controlos manuais, e um bocado de descontrolo de impulsos ditou que outras viriam. Em 2015 deixei-me levar pela magia do processo. Espero que 2016 traga a minha Voigtlander Bessa R3a de volta do Japão melhor que nova.

Este também foi o ano em que me apercebi da minha iliteracia visual. 2016 terá de ser o ano em que isso comece a mudar.


Yashica Electro 35 GS | Color-Yashinon DX 45mm f1.7 | Kodak Tri-x 400
45mm | ISO 400
Pyrocat HD 1+1+100 | 2 inversões a cada 4 minutos | 14 minutos a 20ºC



Profissionalmente este foi um ano interessante. Acabamos o primeiro projecto de Correspondentes Bancários em Angola, e com honras de inauguração com elementos do Governo Angolano.

Iniciámos o desenvolvimento de vários projectos para bancos portugueses, alguns dos quais já entraram em produção e com enorme sucesso. Independentemente de tudo isto, o ano acabou de forma negra, com alterações sui generis no organograma da empresa. A ver vamos o que o futuro nos trará.

Voigtlander Bessa R3a | Voigtlander Nokton 50mm f1.5 | Kodak Tri-x 400
50mm | ISO 400
Pyrocat HD 1+1+100 | 2 inversões a cada 4 minutos | 14 minutos a 20ºC


2016 abre com a promessa de novas etapas na vida de familiares. Casamentos são acontecimentos que não faltarão para o ano.

O novo ano herdará também os objectivos pessoais não cumpridos em 2015. Esperemos que seja este ano que tudo fica resolvido.


Yashica Electro 35 GS | Color-Yashinon DX 45mm f1.7 | Kodak Tri-x 400
45mm | ISO 400
Pyrocat HD 1+1+100 | 2 inversões a cada 4 minutos | 14 minutos a 20ºC


No fundo espero apenas que em 2016 continue a ter a possibilidade de encher as malar e conhecer novos destinos. Espero também continuar a privar com pessoas interessantes e aumentar o leque das mesmas.

Espero também que este seja o ano que comece a olhar para o meu trabalho fotográfico sem ser com desilusão.

Seja como for, certamente que serão uns 12 meses repletos de maravilhas a descobrir.


Boas entradas e um bom 2016 para todos.

E por favor, mais bancos para nós pagarmos não!

Voigtlander Bessa R3a | Voigtlander Color Skopar 21mm f4 | Kodak Tri-x 400
21mm | ISO 400
Pyrocat HD 1+1+100 | 2 inversões a cada 4 minutos | 14 minutos a 20ºC

Copyright © Rui Pedro Esteves 2015 Direitos Reservados

2 Comentários:

Gustavo disse...

no MORE banks to pay !

Rui Esteves disse...

Era bom Gustavo. Mas não parece ser esse o caso :(