Recentemente recebi dois rolos de Fomapan 200. Não é um rolo que pensaria em comprar. Embora esteja a considerar diversificar um pouco do Kodak Tri-x 400, este não me passou pela cabeça.

Após ter experimentado não sei se fiquei muito fan. A película em si é bem mais frágil que a do Tri-X, o que torna o enrolar na espiral uma dor de cabeça. Não sei se coincidência ou não, mas a película saiu cheia de imperfeições.

Quanto aos resultados, não são maus de todo, mas parece-me que há alguma falta de detalhe nas sombras. Eventualmente com alguma afinação no processo de revelação se conseguisse melhorar esse aspecto, mas a fragilidade do filme a modos que não me deixa grande vontade de o voltar a usar.

Seja como for, aqui ficam alguns resultados.

Hasselblad 500 CM | Carl Zeiss Planar C 80mm F2.8 T* | Fomapan 200
80mm | ISO 200
Rodinal 1+50 | 2 inversões a cada 30 segundos | 9 minutos a 20ºC




Hasselblad 500 CM | Carl Zeiss Planar C 80mm F2.8 T* | Fomapan 200
80mm | ISO 200
Rodinal 1+50 | 2 inversões a cada 30 segundos | 9 minutos a 20ºC

Copyright © Rui Pedro Esteves 2015 Direitos Reservados

0 Comentários: