Não foi pacifico levantar cedo da cama e ir para o meio da serra assistir ao nascer do sol. Na primeira tentativa, para além de estar muito frio, chovia a potes, mas no dia seguinte a chuva já não nos visitou e lá nos fizemos à estrada.

Curiosamente, ou não, embora estivéssemos num ponto alto foi algo difícil encontrar sítios com boa visibilidade. Há sempre uma árvore, um arbusto ou a própria serra no caminho.

Embora seja frustrante encontrar um miradouro com vista fantástica só para nos apercebermos que não é possível evitar uma árvore teimosa ou um arbusto feio, o importante é continuar a andar e procurar, pois mais cedo ou mais tarde umas abertas aparecerão.

E depois da primeira tentativa frustrada, acabamos por ter sorte e apanhar um nevoeiro/núvens que duraram horas.


Canon 1100D | Tokina 12-24mm f4
24mm | ISO 100 | f8 | 1/4




Canon 1100D | Carl Zeiss Jena 50mm f2.8
50mm | ISO 200 | 1/100


Canon 1100D | Carl Zeiss Jena 50mm f2.8
50mm | ISO 200 | 1/160

Copyright © Rui Pedro Esteves 2014 Direitos Reservados

2 Comentários:

AnaLu disse...

Adoro a primeira!

Rui Esteves disse...

Obrigado Ana :)